INSCREVA-SE
Acesse a sala de aula

Arquitetura residencial: tendências pós-pandemia

A pandemia impactou na organização e estrutura física de escitórios e comércio, mas principalmente na arquitetura residencial. Afinal de contas, muitos profissionais passaram a trabalhar em home office, precisando encontrar um espaço para alocar suas estações de trabalho.

 

Está sem tempo de ler agora? Ouça o artigo. Experimente dar o play abaixo ou fazer o download para ouvir offline:

 

 

Além disso, casas e apartamentos precisaram se readequar para receber outras atividades que eram realizadas fora do ambiente doméstico. Exercícios físicos, atividades de lazer, estudos e refeições, por exemplo. Por essa razão, o ambiente doméstico ganhou mais atenção no último ano. 55% das pessoas da classe A e 39% da C fizeram alguma mudança na decoração neste período, conforme levantamento do Grupo Consumoteca.

 

E se engana quem acredita que as transformações se concentraram no quesito teletrabalho. O Mercado Livre, por exemplo, registrou aumento de mais de 80% em pedidos na categoria Casa, Móveis e Jardim. Dessa forma, reunimos as principais tendências em arquitetura residencial que devem permanecer mesmo após a pandemia.

 

3 tendências em arquitetura residencial

 

Home office e home scholling já são realidade. Afinal, as práticas trazem benefícios aos profissionais e estudantes. Inclusive, mais de 75% dos executivos de multinacionais no Brasil afirmam que irão manter o teletrabalho após a pandemia, de acordo com pesquisa da Cushman & Wakefield.

 

  • Hall de entrada como espaço para garantir ainda mais segurança e higiene ao lar. Se antes ele passava despercebido, hoje recebe maior atenção. Afinal, moradores e visitantes passam por ele.
  •  
  • Espaços mais verdes como reconexão das pessoas com a natureza. Com o surto de COVID-19, valorizou-se ainda mais os espaços a céu aberto, mas não é um privilégio da maioria. Sem jardins e pátios, muitas pessoas encontraram bem-estar na companhia de plantas, folhagens, flores.

Essas são algumas tendências que devem seguir com o controle do coronavírus, mas em constantes adaptações.

 

Além disso, leia também o artigo Cidades Inteligentes: conceito e benefícios.

 

Esteja atento às mudanças de comportamento, preparando-se com os melhores profissionais do mercado na pós em Design de Interiores, Decoração e Ambientação. Seja um especialista. Destaque-se em um mercado em transformação, adiantando tendências e promovendo soluções em design de interiores, decoração e ambientação.

Comentários